• Home
  • Pesquisa Senam: Evangelização e Discipulado

Pesquisa: Evangelização e Discipulado

Clique aqui para fazer o download do relatório sintético da pesquisa.

Clique aqui para fazer o download do relatório analítico da pesquisa.

1. PROPÓSITO DA PESQUISA

A convenção Batista Nacional (CBN), por meio de sua Secretaria Nacional de Missões (SENAM), elaborou uma pesquisa visando conhecer melhor a realidade das igrejas, concernente à evangelização e ao discipulado, identificando suas potencialidades para apoiá-las no desenvolvimento de projetos e estratégias para o avanço missionário.
Esta pesquisa foi coordenada pelo pastor Elcimar Fernandes, que contou com o precioso apoio do pastor Cristiano Poletto na coleta de dados. O tempo investido para sua realização, da preparação à análise final, foi de 4 meses (junho a setembro de 2020). A metodologia utilizada foi quantitativa, com coleta de dados por meio de formulário eletrônico do Google, num período de 36 dias (23/06/20 a 29/07/20).

2. ABRANGÊNCIA DA PESQUISA

A pesquisa abrangeu as igrejas e congregações (missões) batistas nacionais nos 26 estados e no distrito federal. A população pesquisada é composta de 2.720 igrejas e congregações, cadastradas no banco de dados da CBN, na ocasião da coleta de dados. A amostra foi randomizada, isto é, aconteceu de forma aleatória, abrangendo 822 igrejas e congregações que responderam ao questionário eletrônico, o que representa 30,22% da população pesquisada; pertencem a 468 diferentes municípios, correspondendo a 41,08% dos municípios onde as igrejas da CBN estão localizadas. A confiabilidade da pesquisa é de 99%, com a margem de erro de 3,76%.

3. ANÁLISE
Perfil das igrejas respondentes

A. Tempo de fundação das igrejas pesquisadas
graf 1

B. Quantidade de membros
graf 1

Evangelização

C. Sua igreja possui um programa que envolva os membros na evangelização da cidade?
graf 1

D. Qual a principal estratégia utilizada nas ações evangelísticas?
graf 1

Discipulado

E. Sua igreja possui um programa que envolva os membros na evangelização da cidade?
graf 1

F.O programa de discipulado atende qual público/fase?
graf 1

G. Você conhece algum programa, ou metodologia, que orienta o discipulado para membros, líderes e pastores?
graf 1

Ensino Bíblico

H. Qual a principal estratégia de ensino bíblico utilizada em sua igreja?
graf 1

I. Qual a origem do material didático para o ensino bíblico e discipulado?
graf 1

Apoio da CBN

J. Você gostaria de receber apoio da denominação para as ações de evangelismo e discipulado desenvolvidas por sua igreja local?
graf 1

4. CONCLUSÃO

  • Das igrejas respondentes, 71% foram fundadas há mais de 11 anos, sendo 27% fundadas de 11 a 20 anos e 44% há mais de 20 anos. Apenas 5% das igrejas foram plantadas há menos de 1 ano. Fazendo uma extrapolação dos dados, podemos considerar que a CBN conta com um número expressivo de igrejas consolidadas e poucas igrejas recém-plantadas.
  • Ainda referente ao perfil das igrejas respondentes, a maioria (56%) possui até 100 membros. As igrejas nas categorias até 300 membros representam 85% do total das respondentes. Apenas 6% das igrejas afirmaram possuir mais de 1000 membros. O perfil prevalente na CBN é de igrejas de pequeno e médio porte.
  • A maior parte das igrejas (81%) afirmou possuir um programa que envolve os membros na evangelização da cidade e contam, principalmente, com as estratégias de evangelismo nas células/pequenos grupos (25%), e evangelismo pessoal de amigos e familiares (23%). Percebe-se que 48% das igrejas priorizam o evangelismo relacional. Este percentual pode se elevar para 66% se entendermos que o evangelismo realizado por meio dos ministérios da igreja local seja, exclusivamente, relacional.
  • O percentual de igrejas que possuem um programa de discipulado (85%) é ligeiramente maior em comparação com aquelas que afirmam possuir um programa de evangelização (81%).
  • Todas as igrejas que não possuem um programa de discipulado também responderam negativamente quanto a existência de um programa evangelístico que envolva a membresia local. Das 156 igrejas que não possuem um programa de evangelização, 124 (79%) também não possuem um programa de discipulado. Estas constituem uma parcela de igrejas em situação crítica, que não atuam na evangelização e discipulado de forma intencional.
  • Ao observar o tempo de fundação das igrejas que não possuem programas de evangelização e discipulado, identificou-se uma proporcionalidade em relação ao número total de igrejas em cada categoria de tempo de fundação. Por isso, acredita-se não haver uma correlação entre essas variáveis.
  • Nas igrejas que desenvolvem o discipulado, o principal público/fase atendido pelo programa são os novos convertidos em preparação para o batismo (33%). Apenas 24% das igrejas afirmam atender todos os públicos, desde as pessoas não convertidas até os líderes em aperfeiçoamento para o ministério cristão. Ainda é pequeno o número de igrejas que atuam no discipulado de forma integral.
  • O programa, ou metodologia de discipulado, mais conhecido do grupo pesquisado é a série - Passo a Passo com Cristo (Lerban), citada 50 vezes, seguida do Modelo de Discipulado Apostólico (MDA), citado 39 vezes. Juntos, MDA, DNA (Batista Central de BH), G12 e outras metodologias ligadas a células e pequenos grupos, foram citadas mais de 100 vezes. É importante ressaltar que nem todas as metodologias conhecidas são utilizadas pelas igrejas. Um total de 31 igrejas desenvolveram sua própria metodologia de discipulado.
  • A Escola Bíblica Dominical (EBD) ainda é a principal estratégia de ensino bíblico utilizada nas igrejas batistas nacionais. Das igrejas respondentes, 45% utilizam esse sistema de ensino.
  • Referente ao material didático, utilizado para o ensino bíblico e discipulado, não há exclusividade quanto a origem. As igrejas têm como fonte os materiais fornecidos pela Lerban (31%) e outras editoras evangélicas (26%), bem como os materiais produzidos pela própria igreja (29%). Há igrejas que mesclam as três fontes.
  • Apesar da maioria das igrejas já possuírem programas de evangelismo (81%) e discipulado (85%), 747 respondentes (91%) gostariam de receber apoio da denominação para as ações de evangelismo e discipulado desenvolvidas pela igreja local. Isto reforça a importância da denominação em orientar e equipar as igrejas para o cumprimento da sua missão.

5. RECOMENDAÇÕES

Parece-nos, portanto, que devemos:

  • Agradecer a Deus pelas 2.720 igrejas e congregações batistas nacionais e pela relevante missão que têm desempenhado em solo brasileiro.
  • Fomentar a plantação de novas igrejas em locais carentes e estratégicos de nossa pátria.
  • Colaborar com a revitalização e fortalecimento das igrejas já plantadas:
    • Incentivando e orientando as igrejas que desejarem criar programas que visem a evangelização e discipulado.
    • Instruindo e instrumentalizando as igrejas que já possuem programas de evangelização e discipulado para o aprimoramento do trabalho.
  • Produzir material didático de qualidade que sirva ao ensino bíblico e discipulado.
  • Equipar as igrejas para a evangelização relacional e discipulado integral.
  • Disponibilizar recursos e consultoria para as igrejas que desejarem trabalhar em pequenos grupos.