Styling Tips

and random beauty gossip.

COM MUITA CONSIDERAÇÃO E AMOR

 |  Paul

“Agora, vos rogamos, irmãos que acateis com apreço os que trabalham entre vós e os que vos presidem no Senhor e vos admoestam; e que os tenhais com amor em máxima consideração, por causa do trabalho que realizam.” I Tessalonicensses 5:12 e 13.

Vivemos tempos de grande dificuldade, além da pandemia e da crise financeira, há uma crise de identidade global onde sempre é mais fácil destruir do que construir, odiar do que amar.

Por que a população tem o hábito de criticar e ofender os seus governantes em vez de tratá-los com respeito?

É TEMPO DE ORAR

 |  Paul

Nunca em nosso país foi tão necessário à Igreja de Cristo fazer valer seu papel de intercessora.
A Igreja do século XXI vive uma realidade jamais imaginada. A globalização com seus benefícios e malefícios traz à tona uma responsabilidade dada à Igreja, e também vivida por ela, ainda no primeiro século (At 2.42).

A Igreja desde seus primeiros dias, como noiva de Cristo, instituição e organização, conheceu e exerceu uma das indispensáveis funções que deveria exercer em sua caminhada até os dias de hoje. Ela sempre esteve ciente que deveria orar, e reconhece os resultados de uma trajetória pautada no “dobrar dos joelhos”, estes relatados nas Escrituras ou apenas refletidos nas mudanças de curso na história, deixaram patentes o valor indiscutível da oração.

EVANGELIZAÇÃO DE FAMÍLIAS

 |  Paul

“Então, levando-os para a sua própria casa, deu-lhes de comer; e, com todos os seus, manifestava grande alegria, por ter crido em Deus”. Atos 16.34

 

A fé começa em casa. Este é o título de uma obra dos autores americanos Bruner & Stroope (2011). Havia um tempo em que os lares cristãos se reuniam muito mais do que hoje, para o chamado “culto doméstico”. Parece saudosismo, mas um pequeno gravador e um antigo microfone transformava aquele ambiente em uma avivada igreja. Textos bíblicos, músicas, testemunhos, enfim, tudo ficava guardado na memória.

Pouco ou quase nada se conhecia de pessoas depressivas, problemáticas, ansiosas, pelo contrário, aquele momento marcava um instante de felicidade e alegria. A evangelização familiar era um ato de amor simples, gratuito e recebido nos lares cristãos. Porém, o mundo mudou. Esse ato afetivo ao longo dos anos foi esquecido ou substituído por redes sociais, mídias e trabalho excessivo. Pais que não têm mais tempo para seus filhos. Filhos que não atendem mais seus pais, por estarem reclusos em seus quartos ou em seu mundo introspectivo. Famílias distanciadas pelo trabalho em demasia. Reunião de família já não faz mais parte desse contexto, nem da agenda doméstica.

CELEBRAÇÕES RELIGIOSAS COMO “ATIVIDADES ESSENCIAIS”

 |  Paul

Embora tenha muita vontade de fazê-lo, não vou discutir a legitimidade dos projetos de lei aprovados durante a pandemia para que as igrejas permaneçam abertas, imunes aos decretos de governadores e prefeitos para restrição de atividades econômicas e sociais. Já que, por iniciativa de parlamentares evangélicos, eles foram sancionados e estão em vigor, me limitarei a sugerir ações que deem sentido ao adjetivo “essencial”.

Se o culto público é uma atividade essencial, que ele promova:

RELACIONAMENTO DISCIPULADOR

 |  Paul

“[…] Que buscais? E eles disseram: Rabi, onde moras?
[…] e ficaram com ele aquele dia”. Jo. 1.38-39

Ao ouvirem seu testemunho a respeito do Senhor Jesus, dois discípulos de João Batista não titubeiam, mas O seguem. Ao vê-los, o Senhor pergunta: “que buscais? ” E eles respondem: “onde moras? ”. O diálogo não é funcional, utilitarista e tampouco pragmático. Preste atenção nestes termos pois, eles refletem os nossos dias atuais.

Vivemos em um mundo urbano individualista, onde a nossa aproximação do outro é em função daquilo que poderemos obter dele segundo os nossos interesses individuais.

Our Blogging Expert

Paul

Popular Articles

Newsletter

2021 - Igreja e Discipulado Compartilhando Vidas
© Convenção Batista Nacional.
Todos os direitos reservados.
Contato com a CBN

Email: cbn@cbn.org.br / suporte@cbn.org.br

Telefone: 61-98111-0560

WhatsApp: 61-98111-0560 ou 61-3321-8557