JUNTOS NA EVANGELIZAÇÃO

Lembre-se de Jesus Cristo, ressuscitado dentre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho. É por ele que estou sofrendo até algemas como malfeitor; contudo, a palavra de Deus não está algemada. 2Tm 2.8,9 NAA.

Em tempo de isolamento social e ausência de cultos públicos nos templos, o culto da igreja continua existindo toda vez que você oferece a Deus sua oração e seu louvor.

Em tempo de isolamento social e ausência de pregações nos púlpitos, o evangelho é proclamado toda vez que você dá testemunho da pessoa e obra de Jesus Cristo, partilhando sua experiência de salvação.

Em tempo de isolamento social e ausência das orações públicas (geralmente protocolares), você pode orar em casa com os seus, fazer o papel do intercessor, comprometido com as pessoas, atento e solidário nas suas necessidades.

Em tempo de isolamento social e ausência de apelos no final do culto para aceitar a Jesus, você pode fazer a obra do evangelista. Anuncie a Jesus Cristo, que morreu pelos pecados da humanidade, ressuscitou ao terceiro dia, batiza com o Espírito Santo a todo que pede e voltará para buscar sua igreja.

Em tempo de isolamento social, em que muitos podem se sentir algemados, limitados no direito de ir e vir, impedidos de abraçar pessoas que ama ou frequentar lugares que gosta, os verdadeiros cristãos estão atentos à oportunidade de amar, servir, abençoar, acolher, ajudar, socorrer, ouvir, falar, orientar, proclamar, anunciar, contribuir, distribuir, evangelizar, por que a palavra de Deus não está algemada.

Você não está só. Estamos juntos na evangelização.