slide camp 2019

    #1 PALAVRA DO COORDENADOR

    As palavras de Isaías 61 foram consideradas, por Israel, um anúncio do tempo da restauração, a era do Reino de Deus a ser inaugurada na vinda do Messias, um tempo em que seria demonstrado, a todos os homens, que existe um Deus que age e abençoa, digno de ser louvado por todos os povos.

    Lucas registra a primeira apresentação de Jesus, na sinagoga de Nazaré, quando se levantou para ler as Escrituras Sagradas (Lc. 4:14-21). Entregaram-lhe o rolo do profeta Isaías e Ele escolheu o capítulo 61:1. Jesus inicia seu ministério com essa declaração missiológica: “O Espírito do Senhor está sobre mim e enviou-me...”. Ao apresentar publicamente sua agenda missionária, Jesus afirma que sua missão é proclamar liberdade aos pobres, cativos, cegos e oprimidos. Deus está intervindo na história humana para resgatar aqueles que foram levados como prisioneiros pelo pecado e manifestar-lhes salvação, libertação, perdão, cura e restauração.

    O programa messiânico, apresentado por Jesus, foi cumprido, integralmente, durante seu mistério. A proclamação do ano aceitável do Senhor devolveu dignidade aos que não tinham nome e nem rosto, libertou os que viviam sob opressão social e espiritual e restaurou aqueles cuja esperança fora sepultada.

    A Campanha de Missões Nacionais 2019 conclama cada Batista Nacional a SEMEAR A ESPERANÇA do evangelho, no poder do Espírito Santo. O mesmo Espírito que ungiu a Cristo também revestiu a Igreja com poder para proclamar e encarnar as boas novas integrais do Reino de Deus.

    foto coordenador

    #2 ÊNFASES DA CAMPANHA

    PLANTAÇÃO DE IGREJAS MISSIONAIS

    Para Ronaldo Lidório, plantar igrejas é o ato de reproduzir comunidades de adoração que refletem o Reino de Deus no mundo através da proclamação do evangelho vivo. A plantação de novas igrejas é o meio mais efetivo para o cumprimento da grande comissão deixada por Cristo, pois além da evangelização dos indivíduos, os convertidos são também reunidos em comunidades locais sob o cuidado de uma liderança, para edificação mútua e continuidade da missão.

    As 2.638 igrejas e congregações batistas nacionais estão localizadas em 1.121 municípios, distribuídos nas 27 Unidades Federativas. Há muito campo a ser alcançado pela plantação de novas igrejas, pois, até o momento, estamos presentes em apenas 20% dos municípios brasileiros.

    MINISTÉRIOS DE MISERICÓRDIA

    Os cristãos que participaram do encontro missionário, na cidade de Lausanne, no ano de 1974, pactuaram em trabalhar pela libertação do homem de todo o tipo de opressão, pois entenderam que a evangelização e responsabilidade social cristã devem caminhar juntas. Os atos de misericórdia e os milagres, realizados pelo Messias, serviram como sinal do Reino de Deus inaugurado entre os homens. Um evangelho que não era pregado somente aos ouvidos, mas também aos olhos.

    Além do desafio de crescimento horizontal através da plantação de igrejas onde ainda não há igreja, precisamos crescer verticalmente com o aprofundamento das raízes e frutificação, fortalecendo cada igreja Batista Nacional para que desenvolva ministérios de misericórdia e assim manifeste o Reino de Deus na transformação integral da comunidade onde se encontra inserida.

    EVANGELIZAÇÃO DAS NOVAS GERAÇÕES

    Nos Estados Unidos, aproximadamente 85% das pessoas que fazem uma decisão por Cristo, o fazem entre as idades de 4 e 14 anos (Janela 4/14). Já no Brasil, aproximadamente 77% das conversões do grupo pesquisado pela AMME Evangelizar, ocorreu entre as idades de 4 e 24 anos. Apesar dessa janela de oportunidades, os investimentos na evangelização estratégica de crianças, adolescentes e jovens ainda são insuficientes e desproporcionais. As novas gerações estão sendo aprisionadas pelas armadilhas do mundo digital, seduzidas por falsas promessas do consumismo e machucadas pela ruptura dos relacionamentos familiares e suas terríveis consequências. Precisamos trabalhar arduamente ou perderemos essas novas gerações.

    ACOLHIMENTO DOS IMIGRANTES

    O Censo Demográfico 2010 registrou 268.295 imigrantes vivendo no Brasil. As principais Unidades Federativas de destino desses imigrantes foram São Paulo, Paraná e Minas Gerais que, juntas, receberam mais da metade dos imigrantes do período, seguidas de Rio de Janeiro e Goiás. São oriundos de 100 países diferentes. Destes, 27 são países onde não há plena abertura para o envio missionário ou pregação do Evangelho.

    A recente crise humanitária que atinge a Venezuela tem feito milhares de venezuelanos migrarem para outros países, inclusive o Brasil. Esta é uma excelente oportunidade para ministrarmos a esperança aos imigrantes em suas tragédias pessoais. São pessoas que estão sofrendo, não somente pela pobreza material, desemprego e enfermidades, mas, principalmente, por não poderem esperar nada de ninguém e, até, de si mesmas. A igreja brasileira precisa desenvolver a boa hospitalidade cristã para com os estrangeiros e convidá-los a fazer parte do Grande Banquete.

    #3 DIRETRIZES DA CAMPANHA

    Promova um movimento de oração, durante os 30 dias de Abril, pelo avanço missionário entre os batistas nacionais. Compartilharemos diariamente, pelas mídias sociais, as informações dos desafios e alvos missionários.A SENAM não recolherá ofertas a nível nacional, mas a CBE que já realiza a campanha financeira poderá utilizar o material e a ocasião para tal.Apresente o resultado dos investimentos da CBE em missões estaduais nos anos anteriores e os alvos para 2019.

    Divulgue entres as igrejas os desafios dos grupos menos evangelizados no Brasil. As informações sobre estes desafios estão disponíveis no site da SENAM.

    O 2º domingo de Abril é o dia oficial, entre os batistas nacionais, para mobilização de missões estaduais. Incentive as igrejas a realizar um culto especial sobre o tema da campanha, e desafie cada membro a contribuir com a obra missionária por meio de orações, ofertas e serviço.

    Utilize as mídias sociais e os eventos denominacionais para divulgar a campanha. O material da campanha está disponível para download pelo site da SENAM (cbn.org.br/senam). Você poderá adaptá-lo e disponibilizá-lo para as igrejas filiadas à sua CBE.
    Incentive as igrejas a incluírem na liturgia dos cultos, no mês de abril, a música tema da campanha. O clipe oficial, a cifra e o playback da canção estão disponíveis para download.

    Promova durante todo mês de Abril ações para conscientização de cada igreja batista nacional sobre os desafios de missões nacionais (cultos e flashs missionários, vigílias de oração em prol de missões, capacitação para o evangelismo relacional, ações evangelísticas e sociais para impactar a comunidade, etc).

    Promova um movimento de oração, durante os 30 dias de Abril, pelo avanço missionário entre os batistas nacionais. Compartilharemos diariamente, pelas mídias sociais, as informações dos desafios e alvos missionários.

    A SENAM não recolherá ofertas a nível nacional, mas a CBE que já realiza a campanha financeira poderá utilizar o material e a ocasião para tal.

    Apresente o resultado dos investimentos da CBE em missões estaduais nos anos anteriores e os alvos para 2019.
    Divulgue entres as igrejas os desafios dos grupos menos evangelizados no Brasil. As informações sobre estes desafios estão disponíveis no site da SENAM.