O maior entre vós seja como o menor, e quem governa, como quem serve. Lucas 22.26

Peça Teatral - O Jardim de Deus

Objetivos:
1. Levar a conscientização e reflexão da necessidade do cuidado que se deve dedicar a criança em sua infância, pelos pais, igreja e sociedade.
2. Levar a criança a entender que ela é muito amada pelo Criador e que ela é muito importante no Reino de Deus.


Personagens:
Pai, mãe, 3 filhos (representados por plantinhas), pulgões (crianças menores), matinhos (crianças), sol (crianças) e narrador.

NARRADOR: Nasceu no coração de Deus um plano de ter um lindo jardim. Com muito carinho e amor Ele iniciou a construção deste projeto. Mas o plano de Deus não era trabalhar sozinho, então chamou o homem e a mulher pra ajudá-lo a executar este tão lindo plano. Deus entregou a eles por herança a dádiva de cultivar este jardim. E para isso colocou nas mãos do homem as sementes valiosas que deveriam ser semeadas para se tornarem lindas plantinhas que alegrariam o coração de Deus. O Criador ainda os capacitou com dons, talentos e recursos para essa importante tarefa. Tudo que o homem precisava para cultivar e cuidar do jardim ele tinha em suas mãos, agora era só encher o jardim com muitas plantinhas. Será que o homem e a mulher executarão bem a tarefa que Deus lhes deu?

HOMEM: Olha mãe! Veja que belas sementes o Criador nos deu!

MULHER: Deixe-me ver pai, se são realmente boas sementes!

HOMEM: Olhe, olhe! Não são sementes quaisquer, são especiais, são excelentes! Claro que vindo do Deus todo poderoso, não poderiam ser ruins. Tudo que Ele é bom. E o projeto deste jardim é mais que bom, é muito bom.

MULHER: É verdade! São ótimas sementes. Talvez sendo sementes tão boas assim nem vamos ter muito trabalho para cuidar.

HOMEM: As sementes são boas mas ainda assim teremos que cuidar, porque eu me lembro do Criador falando que se não cultivarmos direito elas não se tornarão plantinhas saudáveis.

MULHER: Vamos logo. Vamos semear então.

NARRADOR: Homem e mulher juntos semearam e semearam. Com muito carinho eles regaram a terra e como num milagre as sementes germinaram e nasceram lindas plantinhas.

(COLOCAR UMA MÚSICA PARA OS PAIS DANÇAREM JUNTO DAS PLANTINHAS)

Mas Infelizmente o jardim de Deus corria sérios riscos de morrer, por causa das escolhas que o homem fez ao cuidar do jardim. No início até regaram direitinho e as plantinhas cresceram e cresceram, mas eles foram se distraindo com os afazeres do dia a dia e começaram a esquecer dos cuidados com o jardim de Deus.

HOMEM: Mãe, mãe! Está na hora de regar as plantinhas, o sol esteve bem forte hoje. Eu estou ocupado terminando um relatório que trouxe do trabalho, regue o jardim por mim.

MULHER: Sim, pode deixar que eu rego. Mas farei isso quando eu terminar de fazer minhas unhas, depois de assistir a novela das oito e fazer o jantar.

NARRADOR: Passou o tempo quando terminaram os afazeres, estavam cansados e se esqueceram do jardim. E as plantinhas definhavam. Foram ficando fraquinhas pois já não recebiam os cuidados necessários. O pouco que água que a terra tinha recebido fez com nascessem muitos matos feios ao redor das lindas plantas. E o grande Criador via lá de cima o que estava acontecendo com o seu jardim e esperava que o homem cuidasse dele.

MULHER: Olha pai, o mato esta tomando conta do jardim, é melhor capiná-lo. Eu até poderia te ajudar, mas eu tenho que ir pra faculdade agora.

HOMEM: Claro que eu vou capiná-lo. Assim que eu terminar de ler o jornal e dar uma olhada no facebook, whatsapp , instagram e meu twiter eu farei isso que você está me pedindo.

NARRADOR: O tempo passou e quando ele terminou toda sua lista de diversões, já era noite, então deixou para o dia seguinte aquela tarefa, e as plantinhas agonizavam, e pra piorar começaram a vir os pulgões e com isso as plantinha adoeceram.

MULHER: Você não tirou o mato do jardim, agora os pulgões estão tomando conta. Você é um pai imprestável mesmo. É sua culpa as plantinhas estarem doentes.

HOMEM: Sua louca. Não vê que sua culpa. Você que é uma péssima mãe. Fica o dia inteiro na frente da TV ou pendurada no telefone. E agora vem colocar a responsabilidade em mim? Nada disso é você que é culpada.

NARRADOR: Enquanto o pai e a mãe discutiam e brigavam as coisas iam só piorando, perdiam tempo com as discussões. Quando de repente aconteceu o pior, quando foram olhar já era tarde demais, as plantinhas estavam morrendo.

MULHER: olhe pai, o que está acontecendo. As plantinhas estão morrendo. Meu Deus o que eu fiz?

HOMEM: Meu Deus! O que vamos fazer? Deus nos deu tudo para cuidar deste jardim e olha o que nós fizemos.

MULHER: Como vamos apresentar a Deus as plantinhas que ele tanto ama nesse estado. A final de contas o jardim é dEle, apenas fomos designados pra cuidar destas preciosas plantinhas.

HOMEM: Não vamos desistir. Talvez ainda haja esperança das plantinhas sobreviverem. Vamos clamar a Ele. Ele vai nos perdoar e vai nos ajudar.

NARRADOR: Então eles clamaram e Deus, o jardineiro supremo, interveio ajudando-os naquele momento tão difícil. Ele os orientou a tirar o mato e os pulgões, e também lhes deu a água da vida, que desceu do céu como chuva e era o remédio para operar o milagre de reviver as plantinhas. O grande milagre aconteceu, as plantinhas revigoraram e Deus juntamente com o pai e a mãe se alegraram pois as plantinhas estavam vivas e saudáveis novamente. Nunca mais o pai e a mãe se descuidaram do jardim de Deus.

(MÚSICA FINAL PARA OS PAIS E AS PLANTINHAS DANÇAREM)

 

MÚSICAS
Milagre Da Vida - Cristina Mel
É Bom Amar - Elaine de Jesus
É tipo assim – Eliane Silva

  • Estas músicas poderão ser cantadas ou coreografadas pelas crianças e educadores.
  • Poderá ser usado o recurso de um vídeo, com fotos de todas as crianças, projetado durante a apresentação.
  • Outra sugestão é a confecção de “Corações” com foto das crianças da igreja. (Poderá ser confeccionado em papel color set vermelho ou EVA com glitter vermelho) Colocar as fotos das crianças e no coração e no momento da canção segurá-los ou mesmo usa-los durante a coreografia.